Evento da Congesa apresenta novos rumos para a RMC e Indaiatuba

A transformação de Viracopos em uma aerotrópole atrairá mais investimentos e negócios para a região

A Congesa realizou na última quinta-feira, dia 26, um encontro em sua Central de Vendas para falar sobre o desenvolvimento de Indaiatuba e os reflexos da expansão do Aeroporto Internacional de Viracopos na Região Metropolitana de Campinas (RMC). O evento reuniu empresários, investidores, entre outros interessados no assunto.

Para debater o tema “O futuro da RMC com a ampliação do Aeroporto Internacional de Viracopos”, a Congesa convidou Aluizio Margarido, diretor Comercial do Aeroporto Internacional de Viracopos, Renato Stochi, secretário de Desenvolvimento de Indaiatuba, e Luiz Gustavo Medina, o Teco, economista e comentarista da rádio CBN São Paulo.

Na abertura do encontro, a presidente da Congesa, Adriana Mazzoni, ressaltou a importância do debate. “Estamos em constante atualização para atender às necessidades do mercado e conectados com as transformações de Indaiatuba e região. Encontros como esse geram conhecimento e informação e mostram o quanto nossa cidade é privilegiada”, disse.

Os participantes tiveram a oportunidade de conhecer o projeto de ampliação de Viracopos, que será o maior da América Latina, e os detalhes de como ele se transformará em um aeroporto-cidade, seguindo o Plano Diretor dos próximos 30 anos.

O diretor Aluizio Margarido falou como Viracopos se tornou polo natural para atração de negócios, devido às grandes empresas localizadas na Região Metropolitana de Campinas e à concentração econômica. “O modelo de aeroporto-cidade trará inúmeros benefícios para Indaiatuba, como novos negócios, mais oportunidades de investimentos e geração de empregos. Precisamos estar em sinergia com o município para que ele acompanhe esse desenvolvimento”, declarou Margarido durante a apresentação.

Entre as 100 melhores cidades do Brasil para investir, melhor cidade do Estado de São Paulo em gestão fiscal e com a instalação de novas empresas sempre em linha crescente, Indaiatuba possui índices que a colocam em destaque, atraindo novos moradores e negócios. No encontro, Renato Stochi, secretário de Desenvolvimento, apresentou os projetos mais atuais da Prefeitura, como o Centro de Formação de Atleta de Alto Rendimento – Ciclismo, que poderá receber eventos internacionais; a construção da nova rodoviária; um novo hospital em parceria com o Sírio Libanês, um importante projeto considerando as expectativas do aumento populacional; o projeto do novo prédio para abrigar o Pró-Memória e a Biblioteca Municipal, além das novas vias urbanas, uma delas inclusive que terá ligação direta com Viracopos.

Para o economista e comentarista da rádio CBN São Paulo, Teco, Indaiatuba é uma cidade exemplo, pois investe em infraestrutura e vai na contramão da situação econômica que o país está passando. “Indaiatuba faz planos e pensa no futuro, e empresas como a Congesa contribuem para isso. É uma construtora que pensa à frente e acredita no potencial da cidade”.

Depois de pesquisar o mercado hoteleiro de Indaiatuba e região, a Congesa identificou a oportunidade de trazer um novo formato de negócio para a cidade, com o objetivo de atender ao crescimento do turismo corporativo local, estimulado pela expansão do Distrito Industrial e do Aeroporto Internacional de Viracopos. Assim, lançou o Wise Hotel, um modelo de investimento para as pessoas que querem diversificar sua carteira adquirindo unidades hoteleiras e tornaram-se sócias da Congesa nesse empreendimento. Conhecendo o potencial da cidade e a credibilidade da Congesa, o Banco Bradesco também acreditou no projeto e é o financiador da obra.

Voltado ao público executivo e composto por 216 apartamentos, infraestrutura com estações de trabalho, sala de reuniões, serviço de conveniência 24 horas, restaurante e fitness, o Wise Hotel fica no Bairro Cidade Nova com fácil acesso à rodovia Santos Dumont. Mais informações sobre o empreendimento pelo site www.wisehotel.com.br